Reseña del libro “Acción Travesti Callejera Revolucionaria” en brasileiro en el blog de la Agência de Notícias Anarquistas (A.N.A.)

espanha-lancamento-acao-travesti-1

Lançamento: Ação Travesti Revolucionária na Rua. Sobrevivência, revolta e luta trans antagonista

Depois do 45º aniversário da Revolta de Stonewall Inn, temos em castelhano talvez um dos melhores trabalhos sobre auto-organização e revolução queer e transfeminista: a história de S.T.A.R. contada por dois de seus protagonistas, Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera. A capa deste livro imortaliza sua presença em uma concentração em frente à prefeitura nova yorquina pela ordem anti-discriminatória no início dos anos 60. S.T.A.R, “Street Transvestite Action Revolutionaries”, pode traduzir-se como “Ação de Travestis Revolucionárias na Rua”. Este acrônimo significa “estrela”, palavra que era um ícone gay como recordada pelos Panteras Negras por ser a Estrela do Norte referência para os escravos negros que fugiam de seus senhores, ainda que desconhecemos por quê o escolheram.

Foi uma referência para sua época e as posteriores. Levantaram desde a miséria econômica e social na qual foi criado um projeto revolucionário de apoio mútuo entre dissidentes sexuais jamais visto em tal proporção em nossa história recente. Sem estudos, sem dinheiro, sem trabalho estável e sem comodidades, sendo seu campo de práticas a rua e ponto. Aqui gozamos de vários de seus textos, o último do orgulho gay de 2001. Quase dez anos antes Marsha havia sido encontrada flutuando no rio Hudson, e quase no décimo aniversário do falecimento de sua amiga, Sylvia morria aos 51 anos devido a um fígado emaciado pelas drogas e diagnosticado de câncer. Em 2005 o progressista da prefeitura nova iorquina, em uma autêntica lavada de imagem deu seu nome a uma das ruas de Greenwich Village, onde anos antes Sylvia lançava um coquetel molotov contra a polícia municipal que acossava os gays de Stonewall. A repressão permanece na cidade, mas é camuflada e muda com os novos tempos de integração. Este livro é dedicado a estas duas grandes pessoas, e a quem segue lutando sob uns similares preceitos de auto-organização, apoio mútuo e dissidência sexual. Recomendamos lê-lo detidamente. As negras tormentas de sexo-fobia e violência política que se avizinham o converterão em uma útil ferramenta para nossa sobrevivência.

Editorial Imperdible, Madrid 2015
138 págs. Rústica 17×12 cm
9788460679035
4.00€

 

 

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: